129.º aniversário do Ascensor da Glória

Enviar este conteúdo

Os seus dados:
 
Destinatário(s):
Caso pretenda, junte também uma mensagem:
24.10.2014 | Institucional

O Ascensor da Glória comemora, no próximo dia 24 de outubro (sexta-feira), o seu 129.º aniversário.

Aproveite esta data para visitar este ascensor e desfrute de uma ação de divulgação dos ascensores de Lisboa e assista a uma atuação pública da Orquestra Ligeira da Banda de Música dos Empregados da CARRIS, entre as 9:30 e as 12:00 horas e entre as 15:00 às 16:00 horas.

Inaugurado em 1885, estabelece a ligação entre a Praça dos Restauradores e o Bairro Alto e é atualmente uma das principais atrações turísticas da cidade, a par dos Elevadores de Santa Justa, da Bica e do Lavra.

À data da sua inauguração o Ascensor da Glória funcionava por meio de um sistema de tração por cremalheira e cabo por contrapeso de água, em que ambos os carros estavam ligados por um cabo subterrâneo subindo e descendo, em duas vias paralelas assentes ao nível do chão. Os carros eram de dois pisos, tendo o inferior dois bancos dispostos longitudinalmente, de costas para a rua e o superior, a que se acedia por uma escada de caracol, outros dois, dispostos no mesmo sentido, mas costas com costas, de modo que os passageiros ficavam virados para o espaço circundante. 

Foi eletrificado em 1915, tendo sido classificado, a par com os Ascensores da Bica, do Lavra e do Elevador de Santa Justa, Monumento Nacional em 2002. 

A eletrificação trouxe consigo mudanças profundas no funcionamento deste elevador. Os carros passaram a funcionar por meio de motores elétricos tendo sido retirada a cremalheira. Da propriedade da Nova Companhia dos Ascensores Mecânicos de Lisboa as carroçarias eram, à época, feitas de mogno. A cor amarela que atualmente carateriza os Ascensores de Lisboa só surgiu após 1926, quando estes se tornaram propriedade da CARRIS.
Data de colocação de notícia: 2014-10-20