Viaje com a Florbela na CARRIS no elétrico 28E

Enviar este conteúdo

Os seus dados:
 
Destinatário(s):
Caso pretenda, junte também uma mensagem:
08.03.2012 | Ações Diversas

Na quinta-feira, dia 8 de março, o elétrico 28 faz uma viagem ao passado, mais precisamente ao início do século XX, transportando um passageiro especial. Florbela Espanca, um dos vultos mais importantes da poesia portuguesa, recita alguns dos seus poemas mais conhecidos, enquanto passeia pelas artérias de Alfama e pelas ruas de Alcântara. A viagem à Lisboa dos anos 20 tem início às 14:30 horas, na paragem do Martim Moniz.

A CARRIS e o elétrico 28, em parceria com a Ukbar Filmes, assinalam, desta forma, a estreia do novo filme de Vicente Alves do Ó, “Florbela”, protagonizado por Dalila Carmo, Ivo Canelas e Albano Jerónimo. Dalila Carmo veste o papel da poetisa, desta vez, numa viagem única pelo percurso mais conhecido da Lisboa antiga. O filme é a primeira adaptação para cinema da vida de Florbela Espanca e conta com o apoio do Ministério da Cultura – ICA, RTP, Câmara Municipal de Lisboa e Câmara Municipal de Vila Viçosa. 

Recorde-se que Lisboa foi uma das cidades que mais marcou a vida de Florbela Espanca e, também, a sua obra. É para a capital que a poetisa vai, após a primeira separação, em busca de inspiração perto da elite literária que fervilha na cidade. Segundo a Ukbar Filmes, produtora e distribuidora da obra, “este filme é o retrato íntimo de Florbela Espanca: não de toda a sua vida cheia de sofrimento, mas de um momento no tempo, em busca de inspiração, uma mulher que viveu de forma intensa e não conseguiu amar docemente